E chegou dezembro…

892330_10201034550365155_29066181_o

E chegou dezembro. Com ele chegam os pensamentos e lembranças de mais um ano que se passou. A magia do Natal invade nossas casas e atmosfera. Agendas lotadas de confraternizações e cabeças cheias de reflexões. Corre-corre para fazer tudo o que não foi feito nos últimos 11 meses do ano.

Ponderações são comuns nesta época. Dizem que é tempo de repensar valores, atitudes e rumos de vida. Tempo de tomar decisões e fazer promessas para o ano que vem. Promessas estas que provavelmente se vão junto com o champagne na taça, com a oferenda no mar ou com o brilho dos fogos de artifício. Resoluções tão artificiais quanto a árvore de plástico enfeitada com bolas coloridas. Um ano não é feito disso. Ele não é decidido em algumas semanas.

Não adianta repensar sobre a vida só no final de dezembro e jurar por tudo que há de mais sagrado que você vai mudar. Temos que ter essa consciência todos os 525.600 minutos do ano. Devemos analisar todas as nossas ações e fazer de tudo para melhorar sempre! Devemos transpirar alegria, paz, harmonia, esperança e amor todos os dias, não só no Natal.

Obviamente haverá momentos em que isto não será possível, mas não podemos nos abalar por eles. Precisamos pensar no espírito e na magia do Natal para superá-los e seguir em frente. Para que, quando outro dezembro chegar, as boas recordações sejam as estrelas principais de nossas mentes.

Comentar via Facebook

Comentários

2 comments

  1. Juliana says:

    Isso aí! Não adianta achar que, do nada, as coisas vão mudar só porque mudou o ano. A mudança depende das próprias atitude e não só de promessas.

Deixe uma resposta