Gonçalves Trip: Coimbra – Dia 1

Dia 7 (da viagem com um todo e dia 1 em Coimbra) – 11/05

Nesse dia acordamos cedinho, tomamos o café da manhã e pedimos um táxi na recepção do hotel com destino à rodoviária de Lisboa.

O transporte de Lisboa-Coimbra e Coimbra-Porto era o que mais me preocupava na nossa viagem. Confiei que era só chegar nas rodoviárias, comprar o bilhete e embarcar. Tirando as dificuldades em arrastar as malas (cada uma estava com uma mala grande e uma de mão), deu tudo certo! Um senhorzinho simpático ajudou a gente na rodoviária de Lisboa. Tanto com as malas quanto com a compra de bilhetes.

A viagem foi super tranquila. O ônibus era bem confortável, daqueles de viagem mesmo, com poltrona reclinável e apoio para os pés. Cochilei mais nas duas horas de viagem de ônibus do que nas dez horas de avião.

Chegando em Coimbra pegamos um táxi para o hostel. O Serenata foi o único hostel da nossa viagem. Em todas as outras cidades preferimos ficar em hotéis, mas em Coimbra optamos pelo hostel, aproveitando o clima jovem e universitário da cidade.

O Hostel

serenata-hostel-imgO Serenata Hostel fica localizado no Largo da Sé Velha. Quando fizemos a pesquisa a localização parecia bem boa, mas na realidade não achei tão prática. A principal rua de comércio e alimentação fica na parte mais baixa da cidade, enquanto o hostel fica na parte alta. Ou seja, nos vimos obrigadas a descer e subir ladeiras para buscar mais opções de restaurante.

A decoração do hostel é linda! Toda temática com motivos universitários, ressaltando elementos característicos da Universidade de Coimbra como as fitas, cartolas e bengalas.

Escolhemos um quarto duplo com banheiro privativo. O quarto era bem pequeno, mal tinha espaço para abrirmos as malas. Mas também, temos que pensar que o objetivo de um hostel é diferente de um hotel, né? Os quartos coletivos pareciam ser bem espaçosos e o banheiro coletivo estava sempre limpo.

Nosso quarto ficava no terceiro e último andar do hostel. O problema: o prédio não tem elevador e nós estavamos com apenas 4 malas no total. Felizmente tivemos ajuda de um casal de turistas e de um menino da recepção. Sem eles ainda estaríamos lá subindo com as malas.

O café da manhã era simples, mas gostoso. Como eu só preciso de pão com manteiga para ser feliz, não me incomodei com as poucas opções.

Para quem está acostumado e gosta do clima de hostels, é uma ótima opção. Para viajantes com muitas malas e que vão passar muitos dias, indico procurar um hotel.

Roteiro do dia

Na verdade não fomos com roteiro definido nem para Coimbra nem para o Porto. Decidíamos o que fazer na hora.

No caso de Coimbra, chegamos bem na semana da Queima das Fitas. Não fazíamos ideia do que era isso até chegarmos lá. Ainda não sei explicar muito bem, mas chegamos no dia do cortejo dos estudantes da universidade. Então lá fomos nós acompanhar o cortejo.

DSC04639 DSC04643Parecia bloco de carnval do Rio. Muita bebida e muita gente. Os estudantes eram facilmente identificados pelas vestes completas. Nós ficamos paradas em um ponto, mas a maioria seguia dos carros de cada curso.

Juro que tentei entender direito essa tradição, mas não consegui. Se alguém souber explicar melhor, manifeste-se nos comentários.

Cansamos rápido disso e descemos para  a parte baixa para comer alguma coisa.

DSC04649Voltamos cedo para o hostel e ficamos por lá na esperança de socializar com os outros hóspedes. Mas não encontramos ninguém! #fail
Então fomos dormir mesmo.

Gastos do dia:
Táxi hotel-rodoviária: 4,60 (para cada uma)
Ônibus: 14,50
Táxi rodoviária-hostel: 3,35 (para cada uma)
Almoço: 10,63
Lanche: 3,25
Água: 0,50
Total: 36,83 euros

Comentar via Facebook

Comentários

One comment

  1. israel Hilario da Silva says:

    Que bom que vcs gostaram e aproveitaram bem essa experiência de viajarem sozinhas. Realmente pra os jóvens deve ser ótimo esse lugar.

Deixe uma resposta