Livros de Janeiro

Anexos – Rainbow Rowell

IMG_20150204_204702488[1]

Início da leitura: 28/12/2014

Fim da leitura: 03/01/2015

Nota no Skoob: 4,2

Minha nota: 4

Editora: Novo Século

Desde que li a sinopse desse livro, fiquei LOUCA pra ler. Duas amigas têm seus e-mails lidos pelo cara que monitora os e-mails da empresa em que eles trabalham. Adorei a premissa, mas a execução não foi tão boa quanto eu esperava. Minhas expectativas estavam bem altas e o livro não conseguiu atendê-las. A maior razão para isso foi o protagonista Lincoln. Ele é chato, essa é a verdade. O livro intercala capítulos dele com os e-mails das duas mulheres. Os e-mails são ótimos e fazem com que o leitor queira saber mais sobre elas, mas o que ele ganha são páginas sobre Lincoln. Entendo que o objetivo era saber tanto quanto ele, mas o personagem poderia ser mais carismático para que nos importássemos mais com ele também.

O livro é bem legal, mas esperava mais.

Sócios no Crime – Agatha Christie

IMG_20150204_204726609[1]

Início da leitura: 05/01/2015

Fim da leitura: 14/01/2015

Nota no Skoob: 3,9

Minha nota: 4

Editora: L&PM

Tommy e Tuppence são um casal de detetives que protagonizam cinco livros da Agatha Christie. Sócios no Crime é o segundo deles e conta a experiência do casal em uma agência de detetives. Existe um caso maior como arco principal e casos menores resolvidos em cada capítulo.

Já tinha lido “M ou N” também protagonizado por Tommy e Tuppence, mas nesse livro eles estão bem mais divertidos. Gostei bastante da maioria dos casos pequenos e me simpatizei muito com a Tuppence. Não é o livro mais memorável, mas agrada.

O Duque e Eu – Julia Quinn

IMG_20150204_204952777_HDR[1]

Início da leitura: 14/01/2015

Fim da leitura: 24/01/2015

Nota no Skoob: 4,4

Minha nota: 4

Editora: Arqueiro

Uma amiga me recomendou esse livro porque lembrava Jane Austen (nosso grande ponto em comum). É o primeiro livro da série “Os Bridgertons”, que acompanha todos os oito filhos da família. Daphne é a protagonista deste junto com o duque do título. Sei que a história se passa antes dos 1900, mas mesmo assim não consigo engolir o machismo da maioria dos personagens. Ignorando essa parte, o livro é bem legal. Mas ainda não decidi se vou continuar lendo a série.

O Detetive Parker Pyne – Agatha Christie

IMG_20150204_204837096_HDR[1]

Início da leitura: 26/01/2015

Fim da leitura: 01/02/2015

Nota no Skoob: 3,6

Minha nota: 4

Editora: L&PM

Mais uma coletânea de contos da Agatha Christie no ano. Esse é o mais diferente ainda que “O Cão da Morte”. O detetive Parker Pyne não é um detetive como Poirot, na verdade ele geralmente é procurado por seu anúncio no jornal que diz: “Você é feliz? Se não for, consulte o Sr. Parker Pyne”. A primeira metade do livro é bem diferente e interessante, mas a segunda metade é uma versão menos empolgante dos mistérios do Poirot. Mesmo assim não compromete. Uma adorável surpresa!

Comentar via Facebook

Comentários

5 comments

  1. Juliana says:

    Eu já comentei que só li dois livros da Agatha Christie na vida? Um deles foi no ano passado… acho que já passou da hora e ler mais!
    Adorei a capa desse “O Detetive Parker Pyne”.

Deixe uma resposta