Livros de Março

DSC06020Tampa – Alissa Nutting

Início da leitura: 21/02/2015

Fim da leitura: 06/03/2015

Nota no Skoob: 3,5

Minha nota: 4

Editora: Rocco

O livro conta a história de Celeste, uma jovem e bonita professora casada com um policial que sente uma atração doentia por seus alunos. A narrativa em primeira pessoa contribui para o entendimento da mente perturbada da protagonista, que chega a apresentar sinais de psicopatia. No início achei a construção do texto levemente desleixada, com parágrafos começando e terminando sem se conectar com o restante, mas ao longo da leitura não tive mais essa percepção.

Com uma linguagem erótica e irônica, Alissa nos choca com a frieza de sua personagem. Celeste sabe que o que faz é ilegal, mas não se importa e passa por cima de tudo para saciar seus desejos. Foi um livro completamente diferente de tudo o que li e com certeza o mais polêmico. Impossível não se chocar com a obsessão sexual e com a manipulação de uma professora para com alunos de apenas 14 anos.

Uma observação: a orelha do livro conta um pouco demais da história e contém um erro no nome de uma das personagens.

DSC06024Os Treze Problemas – Agatha Christie

Início da leitura: 07/03/2015

Fim da leitura: 16/03/2015

Nota no Skoob: 3,9

Minha nota: 4

Editora: L&PM

Acabaram-se os livros não lidos da Agatha Christie na minha estante. Este foi o último da leva, mas virão mais porque meu objetivo de vida é ler todos os livros policias da rainha.

Diferentemente de outros livros da autora onde a narrativa é contínua e apresenta um grande mistério central, “Os Treze Problemas” apresenta o Clube das Terças-feiras, um grupo eclético de pessoas que se reúne para discutir casos misteriosos.

Os capítulos do livro são divididos como contos. Em cada capítulo é apresentada por um dos integrantes uma situação diferente que os demais tentam adivinhar a solução. A maior diversão do livro é se considerar um participante e, junto com as personagens, bolar conjecturas que expliquem os acontecimentos estranhos da história em questão.

Apesar de não conter grandes mistérios, gostei bastante. É um livro bem interessante, divertido e fácil de ler.

DSC06025Objetos Cortantes – Gillian Flynn

Início da leitura: 18/03/2015

Fim da leitura: 24/03/2015

Nota no Skoob: 4,2

Minha nota: 5

Editora: Intrínseca

Após o enorme sucesso literário e cinematográfico de Garota Exemplar, Gillian Flynn alcançou status de estrela do thriller psicológico. Não li o livro, mas fiquei apaixonada pelo filme. Achei o enredo tão surpreendente que quis ler algo da autora.

Objetos Cortantes conta a história de Camille Preaker, uma jornalista que retorna à sua cidade natal para investigar o caso de uma menina assassinada. Apesar da investigação ser o motor da narrativa, o grande destaque fica por conta da relação entre Camille, sua mãe e sua meia-irmã.

Gillian Flynn consegue escrever personagens que são problemáticas e ao mesmo tempo conquistam empatia do leitor. Camille não é uma mocinha típica (assim como Amy não era), mas é impossível não torcer por ela.

Este livro não apresenta tantos momentos de surpresa quanto Garota Exemplar, o desenrolar é mais previsível, mas não menos interessante. A resolução do assassinato foi um pouco corrida. Acredito que o foco da autora tenha sido o desenvolvimento da personagem e suas relações e por isso deixou o desfecho do caso policial menos trabalhado que o resto da trama.

Recomendo bastante para quem gosta de livros tensos e cheios de suspense psicológico. Gillian está de parabéns!

Comentar via Facebook

Comentários

2 comments

  1. Carol says:

    Já li o 13 Problemas! 🙂
    É legal, mas não achei um dos melhores dela… Sei lá, talvez porque eu prefira os livros com uma história só, não vários contos :p
    bjos!

Deixe uma resposta