Livros de Novembro

fiquei-com-o-seu-numeroFiquei com  o seu número – Sophie Kinsella

Início da leitura: 02/11/2014

Fim da leitura: 06/11/2014

Nota no Skoob: 4,5

Minha nota: 5

Editora: Record

Foi apenas o terceiro livro da Sophie Kinsella que eu li, mas já posso dizer que ela é mestre em chick-lit. Ela consegue contar histórias clichês de forma divertida, sem ser melosa ou chata (o que pode acontecer com esse tipo de livro). Virou minha companheira obrigatória em viagens (segundo livro dela que leio no meio de uma viagem), pois é uma leitura despretensiosa e que distrai.
Nesse livro em especial, fiquei encantada com a protagonista. Me identifiquei com ela em vários momentos e gargalhei em vários outros. Quem curte o gênero, com certeza vai gostar desse.

109918675GGAlta Tensão – Harlan Coben

Início da leitura: 07/11/2014

Fim da leitura: 13/17/2014

Nota no Skoob: 4,3

Minha nota: 5

Editora: Arqueiro

Mais Harlan Coben! Acho que ele está merecendo um especial.
São 10 livros protagonizados pelo Myron e 8 já publicados por aqui. Alta Tensão é o último deles. Harlan Coben segue sempre o mesmo padrão de história, mas eu ainda não me cansei porque meu amor por livros policiais fala mais alto. Típico livro policial eficiente que te prende e te surpreende. Não chega a entrar na lista de favoritos, mas não tenho do que reclamar.
Recomendo bastante esse livro, mas recomendo mais ainda que a ordem seja seguida! Então comecem por Quebra de Confiança. Ou então com os livros em que ele não aparece, que tendem a ser meus preferidos.

9789726655633A Conquista da Felicidade – Bertrand Russel

Início da leitura: 14/11/2014

Fim da leitura: 01/12/2014

Nota no Skoob: 4

Minha nota: 4

A cota de livro culto do mês foi para o filósofo Bertrand Russel. Como vocês podem perceber pelos meus textos e pelo nome do blog, eu me interesso bastante pelo assunto felicidade. Recebi a recomendação desse livro de 1930 e fico agradecida de ter seguido a sugestão.
É verdade que a visão de mundo mudou de lá para cá, mas a maior parte das análises feitas pelo autor ainda podem ser aproveitadas nos dias de hoje. Ele analisa as causas de infelicidade e felicidade dos seres humanos e reflete sobre como podemos conquistar a felicidade.
Não é auto-ajuda (nada contra, super leio) e sim uma visão mais filosófica do tema. É uma leitura interessante para todos.

 

Comentar via Facebook

Comentários

Deixe uma resposta